Hino á Soledade de Minas

Hino á Soledade de Minas


Letra: Professor Josino Maciel
Música: Maestro José de Oliveira

Salve, ó Soledade bela,
Do Sul fulgurante estrela
De teus filhos tão querida!

Salve, ó minha terra amada
Onde da luz da alvorada,
Surgiu-me alegre e florida!

Adorar-te com ternura
É a minha maior ventura,
Ó minha terra gentil!
No rio em que tu te espelhas,
Tu, Soledade, assemelhas
À imagem do meu Brasil!

Eu adoro as tuas montanhas
E das terras as entranhas
Onde tudo dão e produzem,
E as tuas serras formosas,
E as colinas graciosas
Que ao sol às tardes reluzem

Amo o teu céu azulado
Que está sempre recamado
De estrelinhas cintilantes.
Amo teus vales, Campinas,
Tuas flores e boninas,
De perfumes trescalantes.

Amo teu rio esverdeado,
O teu cruzeiro sagrado,
A tua igreja silente,
Onde os sinos todo dia
Bimbalham: “Ave Maria”
Ao tombar do sol poente!

Quero ver-te engrandecida,
Sempre risonha e querida,
Sob o nosso céu azul!
Quero-te sempre altaneira,
Entre todas, a primeira,
Custosa gema do Sul!

Font Resize